carro

Aqui Você Encontra os Carros mais Baratos Novos e Usados

Mundo Online mostra carro 03 carros esportivo um dos carro mais caro do mundo

Todos Carros com Garantia de Fabrica

Mundo Online apresenta carro de passeio alfa romeu um dos carros mais caro do mundo

Tudo Sobre Carros Populares e Baratos

Mundo Online Apresenta carros esportivo fabricado na europa

Venda de Carros Novos e Usados

Mundo Online apresenta o carro mais desejado do mundo hyundai.

Este é o padrão apresentado slide 5 titulo

Mundo Online apresenta carro mais vendido na asia categoria esporte

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Promoção Carros Novos ou Usados

Promoção Carros Novos ou Usados
Promoção Carros Novos ou Usados

Mundo Online Carros Novos e Usados

Compra de carros novos ou usados na hora de comprar carro novos ou usados para compra ou troca, É um momento muito importante temos que observar vários instes, mais também ter muita atenção na compra do seu primeiro carro que seja novo ou usado muitas pesquisas em concessionarias até chegar á decisão final. 

Carro Novo as Vantagens 
Promoção Carros Novos ou Usados

As principais vantagem de comprar um carro novo é ter acabado de sair da fabrica ou montadora, não ter havido dono anterior, sem desgaste de peças, ter aquele cheirinho de novo, ainda mais com garantia de 5 anos.

As desvantagens do carro novo 

A maior desvantagens do carro novo e o preço principal de muitas pessoas, os carros zero de fabrica costuma ser mais caros.

Os carros semi-novos ou usados eles possuem uma diferença sutil porem importante, muito mais baratos dos novos, portanto para final de compra, as vantagens e desvantagens são bem parecidas cada uma com suas definições.
As vantagens na compra do carro semi-novo ou usados a maior vantagem aqui e justamente a mesma coisa! pode-se dizer que a vantagem de comprar um carro semi-novo ou usado é a relação entre custo e benefícios.  

sábado, 24 de junho de 2017

Mundo Online Carros Usados

Mundo Online Carros Usados

Hyundai apresenta linha 2014: i30, Elantra e Grand Santa Fe
Hyundai descobriu o Brasil – e, aparentemente, o brasileiro descobriu a Hyundai. O desempenho da marca coreana no mercado nacional é de preocupar a concorrência. Se em 2007 sua participação se resumia a apenas 1%, esse percentual chegou a 6% em 2013, somente um ano depois da inauguração de sua fábrica em Piracicaba, no interior de São Paulo. Na primeira quinzena de fevereiro, passou a Renault e ficou em quinto lugar, com 7.955 unidades e 7% de participação. É claro que essa explosão nas vendas se justifica, principalmente, pela linha HB20, que fechou o ano passado como o sétimo carro mais vendido por aqui. Mas os importados também não fazem feio. Em 2013, foram comercializados 213 mil carros da marca, 56 mil deles importados pela distribuidora Caoa – que também produz, na cidade goiana de Anapólis, os SUVs ix35 e Tucson e os “caminhõezinhos” HR e HD78. Para impulsionar ainda mais esses números, acaba de chegar ao Brasil a linha 2014 do i30 e do Elantra. E também o novo Grand Santa Fe, apontado pela Hyundai como substituto do utilitário esportivo Vera Cruz, que era o maior da marca.
No hatch i30, a principal mudança está no novo motor 1.8 litro, com 150 cv e 18,2 kgfm de torque a 4.700 rpm. O propulsor é mais potente que a versão anterior, de 2.0 litros, que atingia 5 cv a menos e torque de 19,0 kgfm a 4.600 rpm. Além de menor, a unidade de força é mais leve graças ao bloco de alumínio, o que ajuda a reduzir o consumo de gasolina. O trem de força é completado pela transmissão automática de seis marchas, que permite trocas manuais para uma direção mais esportiva – e que está presente nos três lançamentos da marca. A direção elétrica do i30 – assim como do novo Grand Santa Fe – conta com três ajustes para que o motorista selecione o ideal. O Comfort é indicado para uso na cidade, o Normal, para percursos mistos, e o Sport, para tráfego rodoviário – esse último é recomendado também para uma direção esportiva. 
Já o sedã Elantra continua com o mesmo 2.0 flex trazido para o Brasil no início do ano passado, que desenvolve 178 cv e tem torque máximo em 21,5 kgfm. As mudanças na nova linha foram principalmente no design, mas bem sutis. O para-choque ganhou nova grade e faróis de neblina com moldura em “L” e na cor preta. Frisos cromados na parte inferior dos vidros laterais dão mais requinte ao perfil do carro, que traz uma nova roda de liga leve em alumínio, com 16 polegadas. No interior, destaque para a tela multifuncional de sete polegadas sensível ao toque e com câmera de ré – presente também no i30. Quem opta pela cor branca pode ainda escolher o acabamento interno em bege, que cria uma atmosfera mais sofisticada para o habitáculo. 
As famílias grandes são o foco do novo utilitário esportivo Grand Santa Fe. Com 22,5 cm a mais no comprimento total, o modelo ganhou 10 cm no entre-eixos se comparado ao Santa Fe “convencional”. O objetivo é ampliar o conforto dos ocupantes, principalmente da última fileira. Além disso, os assentos traseiros são rebatíveis total ou parcialmente e possibilitam o transporte de objetos mais longos, como pranchas de surfe e tacos de golfe, mesmo com cinco passageiros. O ar condicionado é dual zone e tem saídas de ar laterais para beneficiar os ocupantes de trás. Esteticamente, além do tamanho, a grade dianteira com quatro barras horizontais dá um ar mais imponente ao carro. O motor dos dois modelos é o mesmo 3.3 litros V6 de 270 cv e 32,4 kgfm de torque. Já o sistema multimídia do novo SUV ganha na versão Grand uma tela maior, de oito polegadas, com Bluetooth, CD, GPS e câmera traseira. 
Na disputa por mercado, a concorrência é grande sobre o hatch médio. Principalmente pelo preço. O i30 parte de R$ 71.900 e ultrapassa os R$ 90 mil em sua configuração 1.8 Top. Tem como principais rivais o novo Volkswagen Golf, o Chevrolet Cruze Sport6, o Citroën C4, o Peugeot 308 e, principalmente, o Ford Focus, que na versão SE 2.0 PowerShift com ar condicionado digital sai por R$ 73.990, com 178 cv. Já o Elantra, que custa R$ 83.400, tem preço que se equipara às versões de topo do Chevrolet Cruze, que sai por R$ 85.890 e entrega apenas 144 cv com seu motor 1.8 litro, do Honda Civic, que atinge 155 cv com o propulsor 2.0, do Renault Fluence, que em sua versão de topo GT 2.0 Turbo entrega 180 cv com 30,6 kgfm de torque e custa R$ 87.299, e do Citroën C4 Lounge Turbo THP 165 cv, oferecido por R$ 80.490. 
O Grand Santa Fe, vendido por R$ 187 mil, está R$ 23 mil mais caro que o Santa Fe de sete lugares, que sai por R$ 164 mil. Como a principal mudança entre os dois está na diferença no comprimento, é possível que um acabe se tornando rival do outro. Outro concorrente forte é o Chevrolet TrailBlazer 3.6 V6 a gasolina, que desenvolve 239 cv e tem seu preço iniciado em R$ 142.990. O SUV da Chevrolet tem um entre-eixos quatro centímetros maior que o da Grand Santa Fe.

Primeiras impressões

Hyundai i30 1.8 Top

Novo Hyundai i30 2014
Basta abrir a porta do novo i30 1.8 Top para perceber a preocupação com acabamento e conforto da fabricante coreana no hatch médio. E apesar de se tratar de um carro com diversos recursos e, por isso, muitos botões na cabine, tudo se mostra de fácil uso e acesso, bem à mão do motorista. Desde o ajuste totalmente elétrico dos bancos dianteiros e dos espelhos retrovisores externos à regulagem de altura do volante, tudo favorece a vida de quem pilota. 
E pilotar parece mesmo ser o verbo certo para ser aplicado ao i30. As respostas do novo motor 1.8 às pisadas no acelerador são bem satisfatórias e dão um comportamento esportivo ao veículo. Isso apesar do isolamento acústico, que permite que se ouça muito pouco do ronco do propulsor quando se está no interior. 
Traseira do novo Hyundai i30 2014
A transmissão automática é feita de forma precisa. Mas o bom desempenho do novo motor instiga o motorista até a abrir mão desse conforto para experimentar a opção de trocas manuais, feitas facilmente a partir da alavanca. E é nesse momento de direção mais esportiva que o i30 se mostra um carro firme e bem “fincado” ao chão. Mesmo nas manobras mais fechadas e em velocidade alta – o teste foi realizado em um circuito delimitado por cones e cheio de curvas –, o hatch esbanja segurança e credibilidade.

Hyundai Elantra 2.0 Flex 

Novo Hyundai Elantra 2014
O interior do Elantra é bem próximo do i30, mas passa a impressão de um acabamento mais simples e não tão agradável ao tato. A posição de dirigir dos dois carros é bem similar, se não igual. E a visibilidade é comparável à de outros sedãs médios, sem grandes peculiaridades. 
Já no que diz respeito ao seu motor, a história é outra. O 2.0 flex entrega 178 cv e mostra sua força já a partir da primeira acelerada. Nas retas, sua potência evidente dificulta a vontade de controlar o peso nos pés. Se antes o modelo pecava por ser barulhento, agora o ruído não chega a se destacar e as vibrações do propulsor são praticamente imperceptíveis.  
Traseira do novo Hyundai Elantra 2014
Um ponto que desfavorece o sedã em comparação ao i30 é seu comportamento nas curvas em alta velocidade. Apesar de contar com controle eletrônico de estabilidade de série, o carro não se mostra tão equilibrado quando o hatch. Mas nada que chegue a comprometer o veículo – que, na verdade, não foi planejado para uma direção mais esportiva e sim para priorizar o conforto de seus ocupantes. E isso ele faz com eficiência.

Hyundai Grand Santa Fe 3.3 V6 

Hyundai Grand Santa Fe
A demanda para os SUVs no mercado nacional é cada vez mais crescente. E o Grand Santa Fe se destaca pelo espaço interno e, mesmo esbanjando luxo, a praticidade evidente. Suspender a terceira fileira de assentos é tão simples quando guardá-la para ampliar o porta-malas – que possui a capacidade de 383 litros mesmo com todos os bancos levantados. O espaço para os ocupantes dos últimos lugares é semelhante ao do Vera Cruz. Os dois modelos têm, inclusive, uma diferença de apenas meio centímetro no entre-eixos, maior no modelo substituído. 
Os bancos dianteiros são largos e, além do ajuste elétrico, têm duas memórias disponíveis para o motorista. Aliado à coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, torna muito fácil encontrar uma posição confortável para viagens mais longas. Chama atenção também a cor do couro utilizado, um marrom avermelhado. O carro ainda conta com aquecimento dos bancos dianteiros, mas esse é um ponto que só os consumidores de regiões mais frias do Brasil conseguirão usufruir. 
Traseira do Hyundai Grand Santa Fe 
Para puxar as quase duas toneladas do Grand Santa Fe, o motor é o mesmo 3.3 litros V6 270 cv do Santa Fe convencional. O desempenho é animador e as trocas das seis marchas são precisas, sem se alongar demais. Mas o utilitário esportivo perde um pouco a aderência nas curvas mais fechadas e em velocidade ligeiramente alta
Anúncio Grátis de Carro

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Venda Carro VW SpaceFox

Venda Carro VW Space Fox

Venda Carro VW Space Fox
Uma das novidades da Volkswagen do salão do automóvel do final de mês será a Space Fox adotada a nova nomenclaturara da marca, a Minivan e perua oferece mais versões conforto e estilo,com as duas opções.
  
Venda Carro VW Space Fox
 Á versão conforme modelo traz de serie direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos regulagem elétrica bancos com regulagem e luz indicadora de direção e faróis de neblina e outras vantagens mais.
Venda Carro VW Space Fox
As versões traz volante multifuncionais de couro,sensor de a proximidade de obstaculas traseiros e dianteiros controle de tração nas quadros rodas freios abs.
Saiba Mais clique Aqui     

terça-feira, 20 de junho de 2017

Venda Carro Ford F 250 Ano 2017

Venda Carro Ford F 250 Ano 2017

Ford F 250 chega ao Brasil como a picape mais cara do mercado Brasileiro.
Venda Carro Ford F 250 Ano 2017
A importadora independente Direct imports vai trazer para o Brasil em maio 2017 o Ford 250 larit 4x4 o gigante americano já chega com a credencial de ser o mais caro a venda no pais R$ 550. mil sob e comenda.
Venda Carro Ford F 250 Ano 2017
O Ford F 250 vem na versão larit inteiramente entre as versões XL E XLT, mais simples, a a Ranger e Platinum, mais sofisticadas com cabine estendida, trazendo de baixo do capô motor V8 power stoke 6.7 litros turbodiesel de 446  de potência.
Venda Carro Ford F 250 Ano 2017
A transmissão é automática de seis marchas e a tração 4x4. Para efeito de comparação, a concorrente RAM 2500 Lara mite 4x4  tem 6 cilindros em linha de 6,7 litros de 330 eu e 104 mkgf de torque. com importação oficial, ela e vendida no pais por R$ 259.900.
Venda Carro Ford F 250 Ano 2017
Visualmente, a primeira unidade da F 250 Larit 4x4 2017 que chegou ao pais trais pintura em dois tons, para-choques dianteiro e traseiro com acabamento cromado, maçaneta na cor do veículos estribos e faróis de neblina o espaço interno como você ver na foto é coisa de latifundiário. 

sábado, 17 de junho de 2017

Carros Novos Importação Independente

Carros Novos Importação Independente 

Carros Novos Importação Independente

Carros Novos Importação Independente


Saiba como funciona a importação de carros sem ser pelas mãos das montadoras; lojas fazem a operação, mas há custos.

Antes da abertura do mercado para produtos importados, em 1990, quem quisesse um carro vendido somente no exterior teria de fazer importação independente. Fundada em 1988, a Abraciva (Associação Brasileira de Comerciantes Importadores de Veículos Automotores) diz ter sido uma espécie de cobaia para as montadoras. "Até hoje é assim. Antes de trazer um carro de forma oficial, as empresas veem como está o nosso mercado com aquele modelo", diz Juarez Souza, presidente da associação. Saiba, então, 10 coisas sobre esta operação.

1 - Não há restrição para a importação de veículos. O consumidor pode escolher qualquer modelo de qualquer país. Apenas carros a diesel, sem ser 4x4 com reduzida ou com capacidade de carga acima de uma tonelada, não podem ser emplacados no Brasil.

2 - Ao receber o pedido do cliente, o importador independente busca o carro em uma concessionária parceira no exterior. Do país escolhido, o veículo vem para o Brasil de navio ou avião.

3 - Ao chegar, os carros não passam por nenhum tipo de "tropicalização". "As centralinas atuais já identificam o tipo de combustível e se adaptam à gasolina brasileira depois do segundo abastecimento", explica Souza. "Só os superesportivos, como os Lamborghini, é que precisam de uma mudança na bomba de combustível".

4 - Os custos para trazer um carro englobam o imposto de 35% sobre o preço FOB (Free on Board), que é o custo do carro, do frete e do seguro de transporte. Na chegada, ainda é preciso pagar IPI (imposto sobre produto industrializado), ICMS (imposto sobre circulação de mercadoria e serviço), PIS-Cofins, armazenagem, licença do Ibama, taxas portuárias e de aduana e o lucro do importador.

5 - O licenciamento no Brasil é normal, como um carro comprado na concessionária. Não é preciso fazer homologação nem vistoria. "Está tudo escancarado. É possível trazer um carro do Paquistão e emplacar aqui", reclama o presidente da Abraciva.

6 - Algumas lojas possuem contratos com oficinas de grande porte, que garantem a manutenção e a reposição de peças dos carros importados. A importadora Forest Trade, por exemplo, está construindo uma oficina própria.

7 - A garantia obrigatória por lei é de 90 dias. O período varia e pode chegar a um ano em alguns importadores.

8 - A revenda do carro importado de forma independente é normal e o preço varia conforme o mercado.

9 - Segundo os importadores, a desvalorização de um importado independente é a mesma de um modelo equivalente trazido oficialmente por montadoras. "Dependendo do carro, é até mais valorizado".

10 - Os números de vendas são registrados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), que mistura aos carros vendidos pelas montadoras. "Sendo assim, fica difícil medir o volume de vendas, mas acreditamos que em 2009 tivemos cerca de 6.000 carros independentes vendidos no Brasil", afirma o presidente da Abraciva.

Carros Novos Barato BMW X 6 Branco

Carros Novos Barato BMW X 6 Branco









Eu confesso que carros brancos com rodas escuras me seduzem e essa X6 me sedusiu em cheio e acho que não só á mim mas todos que olham ela pela rua,Estava passando em um certo local e sempre costumo olhar pra esse local que sempre tem uns carro exóticos por lá e percebo uma X6 albina e não pude resistir de fotografar essa beleza e digo que as formas deste carro são bem exóticas mas caprichadas,e pra melhora a situação é a versão V8 não dizendo que outra versão seja fraca mas essa aqui é bem melhor e como já é de costume vamos fica com as fotos.

Anúncio Grátis de Carro

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Carros Novos e Baratos Promoção no Brasil

Carros Novos e Baratos Promoção no Brasil

O Gol listou os veículos mais baratos do mercado Brasileiro, de acordo com os preços sugeridos pelos próprio fabricantes para julho de 2017.

Esquema qualquer ambição de um motor acima de 1 litro,algumas vezes,até as portas traseiras terão que ficar de fora. Em outros casos, até um simples limpador traseiros falta no modelo " pelado" veja o que oferecem os mais baratos á venda

Fiat Palio 2 portas R$ 27.340



O nível de desbastamentos do carro mais baratos ( e mais vendido ) do pais é tão grande que itens simples como capô com alça de segurança e cartolas são listados entre os equipamentos do Palio Fire.


O Renault Clio 2 portas R$ 27.380


No inicio dos anos 2000 o Clio era considerados um dos populares mais refinados do mercado Brasileiro e Europeu.

Chevrolet Celta R$ 34.990

O veterano da lista o Classic Celta já teve seu projeto pago há anos,por isso a GM pode vender o modelo com pacote de equipamentos interessante por um preço nem tão alto.O único Kit operacional custa R$ 34.990 mil e traz alarme com fechamento automático dos vidros e travas elétricas. 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Carros Novos

Carros Novos

Apresentando o novo Renault Kwid 2018.

Quando o assunto é carro popular da Renault, o primeiro nome que vem na cabeça dos brasileiros é o Renault Clio, mas isso está prestes a mudar, com a chegada do novo Renault Kwid 2018, que até então só era visto em circulação na Índia, mas agora chegou ao Brasil para substituir o Clio que esteve no mercado brasileiro por um bom tempo e agora vai se aposentar e dar espaço a carne nova no mercado nacional e entrar com força no mercado para bater de frente com os grandes nomes que vem a cabeça quando o assunto é hatch popular, o HB20Onix, o Argo etc.

Depois de seu conceito ser apresentado no ultimo salão do automóvel em São Paulo, em novembro de 2016, foi apresentada a versão definitiva do novo Renault Kwid 2018 nesta sexta feira(09/06) e sua pré-venda já está sendo feita com um valor que é o atrativo do carro por ser relativamente barato tendo preços a partir de R$ 29.990 e deve chegar nas concessionárias ainda em agosto deste ano.
A Renault decidiu não acompanhar a atual tendência de visual de subcompactos com visual esportivo, dando ao Renault Kwid uma aparência mais robusta e off-road que pode agradar aos consumidores que não são fãs de carros pequenos com estilo de carro de corrida, já que a própria marca trata o Renault Kwid como uma Mini SUV por sua altura e conforto e o foco vai ser nas versões de entrada que por virem com um preço muito atrativo vão ser o alvo da Renault.

Novo Renault Kwid 2018 – preço, ficha técnica, consumo, lançamento

Também foi confirmado uma versão adventure do Renault Kwid, porém sua data de lançamento ainda não foi estimada, só se sabe que se chamará Outsider.

Novo motor de três cilindros de 1.0 litros.

Ao ler este titulo muitos pensaram:” mas já não era possível ver um motor tri-cilíndrico com 1.0 litros nos seus irmãos Sandero e Logan ”. A resposta é sim, porém a Renault apesar de usar o mesmo conceito no motor, na prática o Kwid vem com um novo propulsor menos potente que pode gerar até 70 cv com álcool com 9,8 kgfm de torque e 66 cv com gasolina e 9,4 kgfm de torque sempre acompanhado de um câmbio manual de cinco marchas em todas suas versões e tendo um consumo de 15,2 km/l com gasolina e 10,5 km/l com etanol, de acordo com a Renault, números que são muito bons para quem busca economia em um carro popular.

Novo Renault Kwid 2018 preço e versões

De acordo com a montadora, o novo Renault Kwid 2018 deve vir com três opções de versões, sendo a inicial Life, a intermediária Zen, e a top de linha Intense (versão mais completa), veja abaixo a comparação entre elas.
Versão Life: Com preços partindo de R$ 29.990, a versão de entrada do novo Renault Kwid 2018 vem com quatro airbags para garantir a segurança dos passageiros e um indicador de troca de marchas.
Versão Zen : Seus preços um pouco mais altos partem de R$ 34.990, além dos recursos já presentes na versão inicial Life, o Zen também acompanha direção elétrica, ar condicionado, e radio bluetooth opcional por 1.000 reais a mais.
Versão Intense : Espera-se da versão top de linha, todos os recursos das versões anteriores, porém com retrovisores elétricos, faróis de neblina cromados e câmera de ré, com preços em torno de R$ 39.990.

Novo Renault Kwid 2018 ficha técnica

Ficha técnica com o desempenho, dimensões (tamanho) e capacidades.
Desempenho
Motor 1.0 de três cilindros de 70/66 cv de potência e 9,8/9,4 kgfm de torque. Álcool/gasolina.
Câmbio manual de cinco marchas.
De 0 a 100 em 14,7 segundos.
Velocidade máxima de 156 km/h.
Dimensões e capacidades
Comprimento – 3,68 m
Altura – 1,47 m
18 centímetros em relação ao solo
Largura – 1,58 m
Entre-eixos – 2,42 m
Peso – 790 kg
Capacidade do porta-malas – 290 litros
Capacidade do tanque de combustível – 38 litros
Carros Novos

Novo Renault Kwid 2018 consumo

De acordo com a Renault as médias de consumo na cidade são de 15,2 km/l com gasolina e 10,5 km/l com álcool.

Novo Renault Kwid 2018 preço

Tabela de preço sugerido atual.
Life – R$ 29.990;
Zen – R$ 34.990;
Intense + Pacote Connect – R$ 39.990
Qual sua opinião sobre o novo subcompacto – o novo Renault Kwid 2018? Deixe sua opinião nos comentários.
Fotos meramente ilustrativas.
Carros Novos

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Carros Novos e Baratos Promoção Esta Semana

Carros Novos e Baratos Promoção Esta Semana

O Gol listou os veículos mais baratos do mercado Brasileiro, de acordo com os preços sugeridos pelos próprio fabricantes para julho de 2017.

Esquema qualquer ambição de um motor acima de 1 litro,algumas vezes,até as portas traseiras terão que ficar de fora. Em outros casos, até um simples limpador traseiros falta no modelo " pelado" veja o que oferecem os mais baratos á venda

Fiat Palio 2 portas R$ 27.340



O nível de desbagamentos do carro mais baratos ( e mais vendido ) do pais é tão grande que itens simples como capô com alça de segurança e carlotas são listados entre os equipamentos do Palio Fire.


O Renault Clio 2 portas R$ 27.380


No inicio dos anos 2000 o Clio era considerados um dos populares mais refinados do mercado Brasileiro e Europeu.

Chevrolet Celta R$ 34.990

O veterano da lista o Classic Celta já teve seu projeto pago há anos,por isso a GM pode vender o modelo com pacote de equipamentos interessante por um preço nem tão alto.O único Kit operacional custa R$ 34.990 mil e traz alarme com fechamento automático dos vidros e travas elétricas.